Blog
Blog

Kateřina Pávková: voluntariado e atividades cívicas no domínio da preservação do património

A consciencialização do património poderá tornar-se uma parte inerente à vida diária dos mais velhos.

Kateřina Pávková

Breve biografia

Trabalho no Instituto do Património Nacional (NPÚ) como professora da Divisão de Educação e Aprendizagem. Formei-me em andragogia e, dentro das subdisciplinas da andragogia, sou especialista em andragogia cultural e em gerontagogia. Na minha vida profissional, desenho e implemento programas educativos no domínio da conservação do património e no contexto da aprendizagem ao longo da vida.

A minha História

Como responsável pelo programa educativo Heritage Academy of the Third Age, submeti uma história no âmbito das Histórias da Comunidade de 2021, focada na implementação de atividades educativas para idosos durante a pandemia da COVID-19. Agora crio descontraidamente esta história com o desenvolvimento de mais atividades educativas ao abrigo do programa educativo Heritage A3A, que é implementado pelo Instituto do Património Nacional como parte da aprendizagem ao longo da vida para os alunos mais velhos.

A Heritage Academy pode ser descrita como uma educação que se centra na consciencialização e que inclui tanto o lazer quanto a educação cívica. O programa educativo tem como objetivo educar os mais velhos no campo da conservação do património. Utiliza tanto a teoria quanto exemplos práticos para ampliar o conhecimento e a compreensão dos alunos sobre o património e a conservação do nosso património cultural. Como consequência, essa consciência do património poderá tornar-se parte inerente da sua vida diária e, por sua vez, os idosos poderão descobrir e observar, com uma melhor compreensão, os valores que foram criados pelos nossos ancestrais.

Photos

O currículo é desenhado para disponibilizar informação e conselhos práticos e para incentivar os participantes a prosseguirem estudos, enfatizando:

  • o envolvimento em atividades voluntárias e cívicas no domínio da preservação do património;
  • a orientação para os interesses e as necessidades dos participantes do programa educativo;
  • a motivação intrínseca e a auto atividade.

O desenho e a posterior implementação da 2ª fase do programa educativo baseou-se na análise de um questionário da fase de execução piloto (2019-2021). O inquérito forneceu informações claras sobre a satisfação dos alunos com a experiência da atividade educativa, a organização da formação, a qualidade dos docentes, a forma como as palestras foram ministradas e a atitude pessoal dos mais velhos em relação às atividades voluntárias e à orientação.

Os resultados também confirmaram que os idosos querem participar ativamente nas atividades de voluntariado no domínio da preservação do património cultural e da conservação do fundo patrimonial. (Em complemento, disponibilizo a avaliação do inquérito de 2021). Com respeito à pergunta sobre as oportunidades de voluntariado na prática, veja o número abaixo.

Tab

Atualizei o programa educativo tendo em conta esta análise. A partir de 2022, o currículo para o semestre, no que respeita à conservação de monumentos culturais móveis, passou a tem um novo âmbito e além da educação para o lazer, também inclui a educação cívica. Foram apresentados, aos alunos, tanto à importância da cooperação entre o Departamento de Monumentos Móveis e a Polícia da República Checa, quanto as atividades para a procura de monumentos móveis roubados.

Estas atividades assumem a forma de monitorização e de documentação com fotos. Utilizando exemplos práticos e demonstrações, um especialista do Departamento de Monumentos Móveis continua a incentivar os mais velhos para o seu envolvimento em atividades cívicas e voluntárias que estes possam realizar durante os seus estudos.

Photos

Incluem-se aqui as seguintes atividades:

  1. Durante um período de 1,5 anos, os alunos mais velhos irão documentar pequenos monumentos religiosos da área local (como capelas, cruzes, ermidas, estátuas de sepulturas). A documentação fotográfica será armazenada num banco de dados fotográfico e, posteriormente, nos arquivos do Instituto do Património Nacional para fins de cooperação com a Polícia da República Checa na procura de itens roubados.
  2. Os mais velhos vai documentar  com fotografias a sua propriedade (pinturas, estátuas, medalhas, móveis, gravuras antigas e joias), ou seja, itens originais anteriores a 1800, caso sejam roubados. Isso torna mais provável que a propriedade fique rastreada e que seja devolvida ao seu proprietário. Podem falar dos itens documentados das suas propriedades com oficiais do Departamento de Monumentos Móveis, que avaliarão se estes poderão ser considerados monumentos históricos.
  3. Os mais velhos emprestarão ou tirarão fotos de casamentos e de batizados na igreja, de festividades da Páscoa e de vigílias de Natal. Esta documentação contém sinais de móveis e de itens móveis que poderão fornecer evidências históricas em muitos aspetos e ser um recurso valioso para especialistas em conservação do património.

My Motto

Espero que o currículo recém-desenhado do programa educativo Heritage A3V influencie de forma positiva e desenvolva as competências cívicas dos idosos e que estes continuem a participar na preservação do nosso património cultural, ao mesmo tempo que passam a sua experiência à próxima geração.

Login (3)

Pretende outro idioma?

Este documento também está disponível noutro(s) idioma(s). Selecione um, abaixo.
Switch Language

Want to write a blog post ?

Don't hesitate to do so! Click the link below and start posting a new article!

Discussões mais recentes

Focos temáticos 2021 da EPALE. Vamos começar!

Convidamo-lo(a) a enriquecer o que definimos para que este seja um ano intenso, contando com os seus contributos e experiência! Vamos começar por participar nesta discussão online. A discussão terá lugar a 9 de março de 2021, terça-feira, entre as 10:00 e as 16:00 CET (9:00 / 15:00 Lisboa). A discussão escrita será precedida por uma transmissão ao vivo com uma introdução aos focos temáticos de 2021 e será apresentada por Gina Ebner e Aleksandra Kozyra, da Associação Europeia para a Educação de Adultos (EAEA), em representação do Conselho Editorial da EPALE.

Mais

Debate da EPALE: o futuro da educação de adultos

A 8 de julho de 2020 (quarta-feira), com início às 10 horas e encerramento às 16 horas (CEST), a EPALE irá promover um debate online sobre o futuro da educação de adultos. Vamos discutir sobre o futuro do setor da educação de adultos, os novos desafios e oportunidades. O debate será moderado pela especialista da EPALE Gina Ebner, secretária-geral da EAEA.

 

Mais

Comunidade EPALE: partilhe os seus exemplos de boas práticas e de projetos bem-sucedidos no âmbito da educação para a cidadania

No âmbito do foco temático na Educação para a Cidadania, queremos ouvi-lo(a) a si – membro da comunidade EPALE – sobre exemplos de boas práticas e de projetos bem-sucedidos no âmbito da Educação para a Cidadania para adultos.

Mais