Skip to main content
News
Novice

Projecto TellMe organiza recursos para facilitar a aprendizagem de línguas não-maternas aos migrantes e refugiados

Theatre for Education and Literacy Learning of Migrantes in Europe (TellMe) é o título do projecto apoiado pelo Erasmus+ que pretende desenhar, testar e disseminar uma metodologia específica para a aprendizagem de uma língua estrangeira através de técnicas teatrais. O seu público-alvo são os migrantes e os refugiados que revelam uma necessidade urgente nesta matéria já que o domínio da lingua do país de acolhimento surge como um imperativo para a inclusão social dos recém-acolhidos.

O projecto foi apresentado na Fundação Saramago pelos parceiros do projecto a ASTA (www.aasta.info), Portugal e pelo Il Nobel per i disabili (www.comitatonobelididisabili.it) Itália, tendo havido ainda apresentações de enquadramento a cargo da Câmara Municipal da Covilhã e do CPR – Conselho Português para os Refugiados. Do programa do evento constaram ainda as seguintes intervenções:

– Jacopo Fo, presidente do Nuovo Comitato Il Nobel per i disabili (por videoconferência)

– Nazzareno Vazapollo, gestor do projeto Tell Me, em Itália

– Sérgio Novo, gestor do projeto Tell Me, em Portugal

– Maria Teresa Mendes, presidente do Conselho Português de Refugiados

– Isabel Galvão, professora de português nos centros de educação do Conselho Português de Refugiados

O projecto já produziu um primeiro manual em português – Migrantes, Aprendizagem e teatro – que pode ser consultado e descarregado a partir da plataforma digitalhttps//social.tellmeproject.com.

A EPALE Portugal esteve presente e participou no evento através de Carlos Ribeiro, Embaixador para a Educação informal e não – formal.

CR/junho2018

Login (0)

Želite napisati prispevek?

Ne oklevajte!

Kliknite spodnjo povezavo in začnite z objavo prispevka!

Zadnje razprave

Spletna razprava EPALE: razvoj digitalnih spretnosti, kot priložnost dostopa za učenje

Od aprila do junija se EPALE posveča razvoju digitalnih spretnosti, kot priložnosti dostopa za učenje in tej tematiki bo posvečena tudi letošnja druga spletna razprava.

Več