Skip to main content
News
Novice

Qualificar os Portugueses

Relançar a educação e formação de adultos, bem como combater o abandono escolar são dois dos objetivos centrais do eixo “Qualificar os Portugueses”, um pilar do Programa Nacional de Reformas.

Na apresentação das prioridades do Governo nesta matéria estiveram presentes Vieira da Silva, Ministro do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, e Tiago Brandão Rodrigues, responsável pela tutela da educação. A sessão pública teve lugar no dia 18 de abril, no auditório do Conservatório de Música de Coimbra.

Durante a sua intervenção, Vieira da Silva salientou o “atraso estrutural” existente na qualificação de adultos em Portugal, em comparação com os restantes países da União Europeia, traduzido em baixos níveis de participação em atividades de aprendizagem ao longo da vida (ALV).

Para combater este “atraso estrutural”, o Governo pretende não só aumentar o número de Centros para a Qualificação e o Ensino Profissional (que assumirão como designação Centros Qualifica) – de 238 (atualmente) para 300 (em 2017), mas também aumentar a atratividade destes centros. Além disso, é necessário aumentar a articulação entre centros e outras estruturas, designadamente escolas profissionais, centros de emprego e gabinetes de inserção profissional. Com estas medidas, o Governo espera abranger 15% de adultos em atividades de ALV até 2020 e 25% em 2025 (atualmente a taxa ronda os 9%).

Reforçar a articulação de respostas de educação e formação, melhorar o acesso a informação e orientação e favorecer percursos formativos personalizados são outros dos objetivos estabelecidos pelo ministro Vieira da Silva para os próximos anos relativamente à educação e formação de adultos.

Login (0)

Želite napisati prispevek?

Ne oklevajte!

Kliknite spodnjo povezavo in začnite z objavo prispevka!

Zadnje razprave

Spletna razprava EPALE: razvoj digitalnih spretnosti, kot priložnost dostopa za učenje

Od aprila do junija se EPALE posveča razvoju digitalnih spretnosti, kot priložnosti dostopa za učenje in tej tematiki bo posvečena tudi letošnja druga spletna razprava.

Več