chevron-down chevron-left chevron-right chevron-up home circle comment double-caret-left double-caret-right like like2 twitter epale-arrow-up text-bubble cloud stop caret-down caret-up caret-left caret-right file-text

EPALE

Plataforma eletrónica para a educação de adultos na Europa

 
 

Sala de imprensa

Encontro Educação de Adultos Prá Vida: "uma jornada inesquecível"

28/12/2018
Idioma: PT

Música, poesia e muita animação foram apenas alguns dos elementos que marcaram o 2.º Encontro Educação de Adultos Prá Vida, que decorreu no dia 7 de dezembro, no Museu Portugal Romano em Sicó (Condeixa-a-Nova).
Sob o mote "Pessoas, identidades, territórios e dinâmicas locais", esta iniciativa decorreu pela primeira vez em 2017, tendo por base o projeto "Letras Prá Vida", uma ação de alfabetização de adultos dinamizada pela Escola Superior de Educação de Coimbra (ESEC) que visa promover a alfabetização, a literacia digital, a capacitação e a inclusão social.
"Este é um exemplo de uma prática, orientada por valores humanistas, pensada para a vida". Foi desta forma que Sofia Silva, Vice-Presidente da ESEC, classificou o trabalho efetuado pelo "Letras Prá Vida". Na mesma linha de pensamento, Nuno Moita, Presidente da Câmara Municipal de Condeixa-a-Nova, afirmou que este projeto, além de ensinamentos, associa também a parte humana, com a transmissão de "carinho e de companhia".
Além destes testemunhos, a sessão de abertura contou ainda com a participação de Dina Soeiro e de Sílvia Parreiral, coordenadoras do "Letras Prá Vida", de Jorge Conde, Presidente do Instituto Politécnico de Coimbra, e de Manuel Estevão, Presidente da Comissão Diretiva da Associação Portuguesa para a Cultura e Educação Permanente (APCEP).
Seguiram-se dois momentos particularmente simbólicos para o projeto e para a ESEC. Em primeiro lugar foram formalizados os acordos com novos parceiros do "Letras Prá Vida", entre os quais se destacam associações e autarquias. Posteriormente, decorreu a entrega do certificado à ESEC como membro associado da European Association for the Education of Adults (EAEA), pelas mãos de Susana Oliveira, Vice-Presidente deste organismo europeu.

A educação de adultos no coração de Portugal
Os trabalhos prosseguiram com a realização de um painel de debate, subordinado ao tema "A educação de adultos no coração de Portugal". Sob moderação de Manuel Estevão, o painel contou com a participação de Maria Fernanda Rollo, da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa, e de Luís Rothes, da Escola Superior de Educação - Instituto Politécnico do Porto.
Na sua intervenção, Maria Fernanda Rollo apresentou o projeto "Memória para todos", um programa de investigação colaborativo que "cruza gerações", onde os cidadãos são convidados a partilhar as suas memórias pessoais e familiares relativas a determinados momentos e processos históricos.
Por seu turno, Luís Rothes focou o discurso na desconstrução do conceito de literacia. Por isso mesmo, destacou a "literacia para o trabalho", justificando este termo com a importância da vida profissional nos adultos.

Pessoas, territórios, identidades e dinâmicas locais
A parte da parte, conduzida por Lucília Salgado, da APCEP, foi dedicada à apresentação de projetos de intervenção na área da educação e formação de adultos.
A Suão - Associação de Desenvolvimento Comunitário, um "projeto de educação não-formal que coloca a tónica na intergeracionalidade" foi dada a conhecer por Lurdes Pratas Nico. Seguiu-se a apresentação de Rosário Grilo e de Fátima Bandeira, da Associação Sempre a Aprender, uma entidade que promove a educação de adultos em Condeixa.
Numa das intervenções mais animadas do dia, Bruno Soares e Joana Pontes deram a conhecer o "Pelouro da Maior Idade", da Câmara Municipal de Ílhavo, uma iniciativa que aposta "na proximidade e na criatividade". Com este projeto "revolucionámos a maioridade", remataram os técnicos.
Competiu a Inês Rodrigues a apresentação do "Lérias, Letras & Companhia", "um espaço de encontro não-formal, aberto a toda a comunidade", que tem como sede a Biblioteca Municipal Eng. Jorge Bento (Condeixa-a-Nova).
Os trabalhos culminaram com as intervenções de Liliana Pimental, Vice-Presidente da Câmara Municipal de Condeixa, e de Alberto Melo, da APCEP. A autarca salientou a "grande tradição existente no concelho na alfabetização de adultos", destacando ainda a importância das parcerias para que possam surguir iniciativas como o "Letras Prá Vida". Já Alberto Melo descreveu este encontro como "uma jornada inspiradora, uma jornada inesquecível", referindo-se não só ao projeto "Letras Prá Vida", mas também a todo o ambiente que rodeou o encontro.
O dia terminou com uma festa convívio e animação musical.
 

Share on Facebook Share on Twitter Epale SoundCloud Share on LinkedIn