Passar para o conteúdo principal
Blog
Blog

Ieva Kaupaitė: o café mais solidário e aromatizado da Lituânia

O projeto permite que pessoas com deficiência intelectual adquiram competências e ingressem no mercado de trabalho, produzindo café

Ieva Kaupaitė

Breve Biografia 

Eu sou a Ieva Kaupaitė, tenho 24 anos. Trabalho na área da assistência social no Centro Youth Day, onde os beneficiários são pessoas com deficiência intelectual. O meu trabalho envolve a melhoria da qualidade de vida desses indivíduos, ensinando-os a tomarem as suas próprias decisões e ajudando-os a adquirirem novas competências profissionais por meio do trabalho ou de atividades de projeto. Atualmente coordeno o projeto “Café Solidário”. Este projeto possibilita que pessoas com deficiência intelectual adquiram competências para o trabalho e ingressem no mercado de trabalho, produzindo o café mais solidário e aromatizado e oferecendo-o a todos os transeuntes e visitantes. Também estou interessada noutras iniciativas e projetos que proporcionem oportunidades de desenvolvimento não só no domínio profissional, mas também pessoal.

A minha EPALE

Ouvi falar da plataforma EPALE enquanto trabalhava na área do serviço social. Alguns colegas já se tinham registado na plataforma EPALE, onde encontravam muitas informações sobre novas iniciativas e projetos sociais. Decidi registar-me nesta plataforma e participar num dos seus projetos internacionais "Centros de Dia sem Paredes" (https://citizen-network.org/resources/day-centres-without-walls.html). Com o registo na plataforma EPALE, posso saber mais sobre os casos de sucesso de outras pessoas e sobre projetos que ajudam a gerar ideias para novas atividades, bem como obter novas ideias para o “projeto Café Solidário”.

Ieva Kaupaitė solidarity coffee

A minha História

Quando se trabalha na área do serviço social, qualquer ideia, mesmo que pareça a mais irreal e inviável, pode tornar-se realidade, se lhe dedicar o seu tempo. Terá de tentar "investir em si mesmo" para poder trabalhar qualitativamente e caminhar na direção certa com a equipa. Isso é o que pode ser feito com a ajuda de projetos. O projeto “Café Solidário” ajuda a crescer não só a equipa de utilizadores do serviço, mas também eu própria, enquanto coordenadora do projeto. O mais importante foi o começo - aceitar novos desafios, superar medos, motivar não só toda a equipa, mas também a mim mesma. O primeiro desafio foi formar uma lista, os primeiros convidados do “Café Solidariedade”, motivando a equipa. Não parava de repetir que só eles sabiam como tudo deveria ser, porque são os chefs deste café. Estamos todos felizes por termos recebido uma variedade de convidados: desde pessoas da comunidade, da cidade, até à primeira-dama Diana Nausėdienė. Desta forma, começamos a ter muita atenção por parte da televisão e dos média. O nosso perfil aumentou. Outras cidades interessaram-se muito por nós e vieram não só para tomar café, mas também para conversar e partilhar as suas experiências. Como íamos a todos os lugares, "lado a lado", como uma equipa, senti que graças a esse projeto estava a melhorar as minhas competências já detidas e a ganhar novas competências, como falar em público, organizar, planear o tempo, trabalhar em equipa, executar e coordenar projetos. Claro que, além das coisas práticas, havia o trabalho administrativo que precisava de ser feito e que era novo para mim. É muito gratificante que todos possam melhorar com o projeto. É interessante que outras comunidades, ao verem as nossas atividades, se "contagiem " com a ideia e se tornem um exemplo. Elas contactam-nos, pedem para relatarmos experiências em diversos congressos, para partilharmos histórias de sucesso ou oferecem ajuda na implementação de atividades. A trabalhar e a melhorar dessa forma, crescemos juntos como uma equipa. Queríamos não só quebrar estereótipos, mas também aprender mais sobre empreendedorismo. Quando surgiu a oportunidade, atendemos a esse desejo! O projeto “Turn on the impact” decorreu no verão de 2020, altura em que tivemos a oportunidade de apresentar a nossa ideia e de receber financiamento para a sua implementação. E funcionou! Cumprimos o nosso sonho; o sonho de ter mais mobilidade, de saber mais sobre empreendedorismo, de incluir pessoas com deficiência intelectual no mercado de trabalho. Fizemos isso através da compra de um triciclo de café!

Ieva Kaupaitė mobile coffee

Agora, ao coordenar essas atividades, vejo os jovens crescerem ansiosos por conhecerem as novas diretrizes do empreendedorismo. Fico feliz por adquirir novas competências em empreendedorismo, em coordenação e criação de ideias com eles.  É muito importante que todo o trabalho seja avaliado. É divertido quando essa avaliação é muito inesperada. Na coordenação do projeto Café Solidário, não fui só eu que fui avaliada, mas todo o projeto. Em 2020 tornei-me a trabalhadora jovem do ano em Panevėžys, e o projeto foi premiado com a iniciativa / projeto do ano em Panevėžys. Esses reconhecimentos motivam-me a não parar e a continuar a lutar para melhorar.

É ainda mais divertido quando as coisas com que nem sonha se tornam realidade e quando não espera atingir determinado patamar e acaba por ser um exemplo para os outros e por motivar os outros a desenvolverem iniciativas sociais. Para nós, como equipa, essa é uma grande conquista. O nosso trabalho tem significado. É isso que incentiva a não parar e a não ter medo de dizer SIM aos desafios.


Share your Story!

Inspirou-se nesta história? Informe-nos utilizando os comentários abaixo e tenha a oportunidade de ganhar um presente exclusivo da EPALE!

5 utilizadores por mês (de maio a novembro de 2021) de entre os que fizerem comentários numa história da comunidade de 2021 serão escolhidos aleatoriamente e receberão um presente. Os comentários deverão ser relevantes e relacionados com o tópico para serem considerados elegíveis.

Login (11)

Pretende outro idioma?

Este documento também está disponível noutro(s) idioma(s). Selecione um, abaixo.

Want to write a blog post ?

Don't hesitate to do so! Click the link below and start posting a new article!

Discussões mais recentes

Focos temáticos 2021 da EPALE. Vamos começar!

Convidamo-lo(a) a enriquecer o que definimos para que este seja um ano intenso, contando com os seus contributos e experiência! Vamos começar por participar nesta discussão online. A discussão terá lugar a 9 de março de 2021, terça-feira, entre as 10:00 e as 16:00 CET (9:00 / 15:00 Lisboa). A discussão escrita será precedida por uma transmissão ao vivo com uma introdução aos focos temáticos de 2021 e será apresentada por Gina Ebner e Aleksandra Kozyra, da Associação Europeia para a Educação de Adultos (EAEA), em representação do Conselho Editorial da EPALE.

Mais

Debate da EPALE: o futuro da educação de adultos

A 8 de julho de 2020 (quarta-feira), com início às 10 horas e encerramento às 16 horas (CEST), a EPALE irá promover um debate online sobre o futuro da educação de adultos. Vamos discutir sobre o futuro do setor da educação de adultos, os novos desafios e oportunidades. O debate será moderado pela especialista da EPALE Gina Ebner, secretária-geral da EAEA.

 

Mais

Comunidade EPALE: partilhe os seus exemplos de boas práticas e de projetos bem-sucedidos no âmbito da educação para a cidadania

No âmbito do foco temático na Educação para a Cidadania, queremos ouvi-lo(a) a si – membro da comunidade EPALE – sobre exemplos de boas práticas e de projetos bem-sucedidos no âmbito da Educação para a Cidadania para adultos.

Mais