Passar para o conteúdo principal
Blog
Blog

Greet Dierckx: uma ligação entre a assistência no cuidado infantil prestada na Bélgica e na África do Sul

Entrar em contato com outras culturas e descobrir como essas culturas se aproximam ao trabalhar com crianças pequenas.

Greet Dierckx

Breve Biografia

Sou professora no ENCORA, o maior centro municipal de educação de adultos da Flandres. Ensino adultos que têm poucas oportunidades de se tornarem futuros assistentes de creche e sou coordenadora de projetos internacionais no nosso centro.

A minha EPALE

Utilizo a EPALE para encontrar histórias e artigos inspiradores. A plataforma dá-me a oportunidade de enriquecer a minha profissão, de alargar a minha rede profissional, de melhorar as minhas competências pessoais e profissionais e de me manter a par dos mais recentes desenvolvimentos em vários temas de educação de adultos na Europa.

A minha História

O programa de formação da Encora "assistente de cuidados infantis" tem uma parceria com uma escola primária de Brasschaat para uma colaboração internacional com uma pré-escola sul-africana. Por causa do Corona vírus, tivemos de cancelar um estágio internacional de duas semanas na África do Sul.  Consequentemente, a equipa procurou uma alternativa. Com o projeto Inanda, queremos estabelecer uma ligação entre o nosso próprio ambiente de vida e os grandes desafios que o nosso planeta enfrenta com o objetivo de transformar o mundo num lugar melhor. Ao aproximar crianças, cuidadores de crianças e professores, possibilitamos que se motivem uns aos outros, melhorando a compreensão, a experiência e o mundo.

Inanda project

A solidariedade além-fronteiras é o principal objetivo do projeto Inanda.

Tentamos alcançar o que pretendemos envolvendo as pessoas numa conversa em que todos participam de igual modo. A todos é feita uma pergunta simples: "O que queremos saber uns dos outros?”

Professores e cuidadores são incentivados a trabalhar em conjunto, através de conversas e da partilha de informação sobre temas relevantes para as suas profissões. Os temas são escolhidos por todos os professores participantes e cuidadores de crianças. É importante que isso aconteça numa parceria equilibrada, em que todos estejam empenhados em dar um contributo relevante e significativo. Professores e crianças que trabalham têm a oportunidade de interagir enquanto profissionais de uma forma que, de outro modo, seria inatingível. Entram em contato com outras culturas e descobrem como essas culturas se aproximam no trabalho com crianças pequenas.

Neste semestre, trabalharam juntos nos seguintes temas, entre outros:

  • Como é a sua rotina diária?
  • Há rituais na sua escola?
  • De que forma ensina os temas 'o meu corpo', 'as cores' e ' a água'?
  • Crianças e música.

Todos os participantes documentaram as suas práticas com materiais visuais num modelo. Após a recolha do material, seguiu-se um encontro online durante o qual o material documentado foi explicado. Discutiram-se as diferenças e semelhanças e trocaram-se ideias e dicas.

Através desta conversa, surgiu, por exemplo, a ideia de desenvolvermos em conjunto um livro infantil focado no tema didático 'edifícios importantes na comunidade'. Os alunos da formação ‘Assistente de creche’ e os professores da pré-escola estão atualmente a trabalhar no desenvolvimento deste livro. A comunicação é feita através do Whatsapp, do Padlets e de reuniões online.

As crianças têm oportunidade de conversar umas com as outras e de obter uma visão sobre a vida de crianças que vivem num contexto totalmente diferente. Contamos com a sua curiosidade natural e abertura espontânea. O ponto de partida aqui é que todas as crianças têm coisas interessantes para contar. Os adultos apenas precisam de facilitar e de apoiar a conversa.

Elas escolheram as seguintes ações:

  • Uma entrevista online de alunos do 6.º ano da escola básica Toverbos a professores do Syathuthuka.
  • Intercâmbio de música e dança.
  • Como são comemorados os aniversários?

A colaboração foi realizada num formato digital utilizando um modelo que nós próprios desenvolvemos com várias ferramentas digitais. Era importante que fosse muito fácil de usar e que pudesse ser utilizado em diversos dispositivos (telemóvel, computador, tablet). No modelo, foram feitas diferentes subdivisões porque pensamos que é importante reunir crianças e adultos. Às crianças foi disponibilizado um lugar separado no modelo, para evitar confusão.

Se quiser saber mais, o site do projeto pode ser encontrado aqui.

 


 

Share your Story!

Inspirou-se nesta história? Informe-nos utilizando os comentários abaixo e tenha a oportunidade de ganhar um presente exclusivo da EPALE!

5 utilizadores por mês (de maio a novembro de 2021) de entre os que fizerem comentários numa história da comunidade de 2021 serão escolhidos aleatoriamente e receberão um presente. Os comentários deverão ser relevantes e relacionados com o tópico para serem considerados elegíveis.

Login (5)

Pretende outro idioma?

Este documento também está disponível noutro(s) idioma(s). Selecione um, abaixo.

Want to write a blog post ?

Don't hesitate to do so! Click the link below and start posting a new article!

Discussões mais recentes

Focos temáticos 2021 da EPALE. Vamos começar!

Convidamo-lo(a) a enriquecer o que definimos para que este seja um ano intenso, contando com os seus contributos e experiência! Vamos começar por participar nesta discussão online. A discussão terá lugar a 9 de março de 2021, terça-feira, entre as 10:00 e as 16:00 CET (9:00 / 15:00 Lisboa). A discussão escrita será precedida por uma transmissão ao vivo com uma introdução aos focos temáticos de 2021 e será apresentada por Gina Ebner e Aleksandra Kozyra, da Associação Europeia para a Educação de Adultos (EAEA), em representação do Conselho Editorial da EPALE.

Mais

Debate da EPALE: o futuro da educação de adultos

A 8 de julho de 2020 (quarta-feira), com início às 10 horas e encerramento às 16 horas (CEST), a EPALE irá promover um debate online sobre o futuro da educação de adultos. Vamos discutir sobre o futuro do setor da educação de adultos, os novos desafios e oportunidades. O debate será moderado pela especialista da EPALE Gina Ebner, secretária-geral da EAEA.

 

Mais

Comunidade EPALE: partilhe os seus exemplos de boas práticas e de projetos bem-sucedidos no âmbito da educação para a cidadania

No âmbito do foco temático na Educação para a Cidadania, queremos ouvi-lo(a) a si – membro da comunidade EPALE – sobre exemplos de boas práticas e de projetos bem-sucedidos no âmbito da Educação para a Cidadania para adultos.

Mais