European Commission logo
Create an account
Blog
Blog

Educação de Adultos na Nova Ordem

O que queremos dizer com "nova ordem"? Como podemos preparar as pessoas para tal? E que papel pode a educação de adultos desempenhar?

Adult Learning in the New Order

Publicação de: Lifelong Learning Platform

Tradução de: EPALE Portugal

 

Blog de Michiel Heijnen

Em 2017, o professor holandês Jan Rotmans lançou o seu bem conhecido livro Change of era, our world in transition. Neste livro afirmou que: "não estamos a viver numa era de mudança, mas antes numa mudança de era". As sociedades e economias europeias estão a mudar, impulsionadas por avanços tecnológicos disruptivos. A influência cada vez maior dos media sociais, o surgimento de tecnologias como a robótica, a realidade virtual, a inteligência artificial e a interação online e combinada são terreno fértil para novas formas de trabalhar e de viver em conjunto; uma "nova ordem". O conflito surge com a “velha ordem”, o que se torna visível em vários cenários políticos europeus e ambientes de trabalho profissional. Em geral, observa-se um movimento, da regulação à liberdade de escolha, da padronização à diversidade, da divisão à inclusão, da autossustentabilidade à codependência, da hierarquia às redes e do topo para as bases.

Exemplos destes movimentos no contexto educativo holandês são a criação, em 2017, de um novo sindicato para e por professores dos ensinos básico e secundário; a crescente popularidade de escolas com conceitos educativos inovadores, nos quais a aprendizagem personalizada e a inclusão são pilares importantes; a nova legislação de 2020 que abre espaço para que os iniciadores individuais criem uma nova escola com base nos seus próprios princípios educacionais e pedagógicos; e políticas que encorajam e que facilitam a flexibilidade cada vez maior do ensino superior.

Esta nova ordem pede a recalibração da liderança (pessoal), a evolução das competências profissionais e novas formas de colaboração. A questão é: como podemos preparar as pessoas para tal? Apostando não só nas crianças, que moldam o futuro, mas também nos adultos, que são, enquanto cidadãos e profissionais, o atual motor das sociedades. É aqui que entra a educação; a educação é a chave para facilitar a mudança. Ao investir na educação de adultos como um processo contínuo, as pessoas estão a ser ajudadas na sua flexibilidade e podem ajustar-se mais facilmente ao seu ambiente (de trabalho) em constante mudança.

Como tal pode ser feito? Quais são as marcas de uma educação de adultos de boa qualidade e à prova do futuro?

A educação de adultos deve estar alinhada com a "nova ordem"

A educação de adultos ocorrerá sempre em interação com outros, a nível local, nacional e internacional. A aprendizagem colaborativa em rede (comunidades de aprendizagem) leva à partilha de conhecimento, ideias e perspetivas. E ao construir diversas comunidades de aprendizagem, será estimulada a inclusão. Ser curioso em relação aos outros irá gerar uma mente aberta. É exatamente isto o necessário numa sociedade da nova ordem, pessoas com forte liderança pessoal que desejam colaborar de maneira criativa e pró-ativa.

Um exemplo nacional de aprendizagem colaborativa é o início da plataforma holandesa de rede online aprendizagem e inovação. Trata-se de uma iniciativa, da base para o topo, de professores que se encontram online, numa comunidade digital, onde partilham conhecimento e ideias, fazem avaliações entre pares e ajudam-se na profissionalização. Um exemplo de aprendizagem colaborativa internacional é a rede de comunidades de investigação e desenvolvimento da Association for Teacher Education in Europe (ATEE). A partilha de conhecimento online ocorre aqui e os projetos são trabalhados. Esta é também uma iniciativa das bases para o topo, os membros são a força motriz que estão por detrás desta colaboração.

Isso também significa uma mudança de papel para as pessoas que tradicionalmente tornam possível a educação de adultos. Já não serão apenas meramente especialistas que dirão às pessoas como se comportar ou como trabalhar. Em vez disso, os alunos adultos enfrentarão desafios reais e relevantes juntos, com a preparação e a orientação de um especialista que os apoia. A educação de adultos deve abordar temas e desafios com impacto direto no domínio de trabalho em que o aluno se encontra, num dado momento e lugar. Será útil fazer bom uso da tecnologia. Haverá comunicação facilitada, conhecimento atualizado e haverá sempre acesso a boas-práticas. Um exemplo disto é o incremento do ensino just-in-time  (JITT) na educação e da aprendizagem just-in-time nas organizações, facilitada por e-learning dirigido e por vídeos online.

Quais os fatores de sucesso para a educação de adultos na nova ordem?

Se a educação de adultos não tem incentivos, qual será a força motriz? Deveria haver um sentido de urgência geral que motive e que estimule as pessoas a continuarem a desafiar-se a si mesmas. Como? A liderança desempenha um papel importante. Certifique-se de que existe um sistema que facilite a aprendizagem e o encontro. Certifique-se de que existe uma boa infraestrutura (online). Certifique-se de que não há grandes obstáculos financeiros. E certifique-se de que a aprendizagem seja divertida, que os alunos possam desfrutar dela.

Um bom exemplo de um programa de educação de adultos bem-sucedido, adaptado à nova ordem, é o "opleidingshuis" de um grupo de escolas sediadas em Utrecht, na Holanda. Neste programa, professores de diferentes escolas aprendem juntos, tendo por base as suas necessidades. Constroem um currículo de formação em conjunto, encontram-se online e offline e assumem desafios que irão afetar diretamente o seu ambiente profissional. Além disso, muito importante, são uma comunidade de colegas que gostam de aprender uns com os outros. Não só aceitam desafios, como combinam atividades de aprendizagem com visitas a lugares, empresas e organizações inspiradores.

Crucial neste exemplo é o facto de haver uma liderança forte que valoriza os professores como força motriz nas escolas. Pretendem que se inspirem e que invistam na sua perspetiva de carreira. Isto é de grande importância, especialmente em tempos de escassez de professores e tendo de lidar com os resultados de um período da COVID-19 de dois anos de encerramento de escolas e de ensino online. Sem professores qualificados que continuem a aprender, não haverá educação de qualidade.

Assim, a educação de adultos deverá evoluir de forma alinhada com a evolução das sociedades europeias. Se a sociedade muda para uma nova ordem, a educação de adultos deve fazer o mesmo. E como podemos ver pelo exemplo de Utrecht, isto é possível! Desta forma, estamos a trabalhar em sociedades saudáveis ​​e sustentáveis, preparadas para enfrentarem os desafios futuros.

Referências

Rotmans, J. (2017). Change of era, our world in transition. Amsterdam: Boom.

Sobre o autor

Michiel Heijnen iniciou a sua carreira como professor no ensino secundário, enquanto estudava ciências da educação. Obteve o seu diploma, especializando-se em mudança educativa e gestão estratégica. Michiel atualmente trabalha como diretor dos programas de bacharelato e mestrado na Marnix Academy, University of Applied Sciences, em Utrecht, na Holanda. Estes programas centram-se na formação inicial de professores e no desenvolvimento profissional contínuo destes. Além do seu trabalho na universidade, Michiel é presidente da Association for Teacher Education in Europe (ATEE).

Fotografia de abertura de Isaque Pereira no Pexels

Login (4)

Pretende outro idioma?

Este documento também está disponível noutro(s) idioma(s). Selecione um, abaixo.
Switch Language

Want to write a blog post ?

Don't hesitate to do so! Click the link below and start posting a new article!

Discussões mais recentes

Focos temáticos 2021 da EPALE. Vamos começar!

Convidamo-lo(a) a enriquecer o que definimos para que este seja um ano intenso, contando com os seus contributos e experiência! Vamos começar por participar nesta discussão online. A discussão terá lugar a 9 de março de 2021, terça-feira, entre as 10:00 e as 16:00 CET (9:00 / 15:00 Lisboa). A discussão escrita será precedida por uma transmissão ao vivo com uma introdução aos focos temáticos de 2021 e será apresentada por Gina Ebner e Aleksandra Kozyra, da Associação Europeia para a Educação de Adultos (EAEA), em representação do Conselho Editorial da EPALE.

Mais

Debate da EPALE: o futuro da educação de adultos

A 8 de julho de 2020 (quarta-feira), com início às 10 horas e encerramento às 16 horas (CEST), a EPALE irá promover um debate online sobre o futuro da educação de adultos. Vamos discutir sobre o futuro do setor da educação de adultos, os novos desafios e oportunidades. O debate será moderado pela especialista da EPALE Gina Ebner, secretária-geral da EAEA.

 

Mais

Comunidade EPALE: partilhe os seus exemplos de boas práticas e de projetos bem-sucedidos no âmbito da educação para a cidadania

No âmbito do foco temático na Educação para a Cidadania, queremos ouvi-lo(a) a si – membro da comunidade EPALE – sobre exemplos de boas práticas e de projetos bem-sucedidos no âmbito da Educação para a Cidadania para adultos.

Mais