Blog
Blog

Anna Stanclik: incentivar os estudantes a serem bem-sucedidos

Agora confio mais na minha intuição do que nos meus sentidos. Uma coisa é certa, a educação ganhou uma dimensão completamente diferente.

Anna Stanclik

Breve Biografia

Sou investigadora e professora assistente da cadeira de Engenharia e Tecnologia dos Processos Químicos, na Universidade de Tecnologia de Wrocław. Adoro trabalhar com jovens. Acredito no seu potencial e nas suas capacidades. É por isso que trabalho como tutora e gestora de carreiras. No meu site, partilho conhecimento e experiência na planificação de carreiras, descoberta de talentos e promoção pessoal.

A minha EPALE

Estou a dar os primeiros passos na EPALE, a familiarizar-me com os recursos e conteúdos publicados na plataforma. Quero dar uma vista de olhos nas boas-práticas de tutoria noutros países europeus. Também estou a pensar em publicar, em breve, alguns posts no blogue.

A minha História

Quando era adolescente, não sabia o que queria ser no futuro. Hesitei entre a medicina, o jornalismo e as artes. Sem dúvida, o que precisava naquela época era do apoio e conselhos de um mentor ou tutor. No final, optei por estudar tecnologia, e embora tenha sido mais uma coincidência do que uma decisão informada, hoje considero o meu trabalho docente e de investigação gratificante. Ao mesmo tempo, estou a adquirir conhecimento e experiência na planificação de carreiras, na descoberta de talentos, na promoção pessoal, nas novas tendências do mercado de trabalho, na comunicação, na gestão educacional e na gestão de equipas.

Graças a prosseguir as minhas paixões, adquiri novas qualificações como gestora de carreiras e tutora. Isto permite-me cumprir a minha missão, que é ajudar as pessoas a descobrirem os seus interesses e competências, de modo a que se sintam satisfeitas e realizadas no seu trabalho e se tornem especialistas nas suas áreas. Estou numa posição única, pois posso observar o desenvolvimento dos estudantes e incentivá-los a serem bem-sucedidos. Estou grata por confiarem em mim. Ao mostrar-lhes formas de resolver problemas e de superar dificuldades, desenvolvo as minhas próprias competências e encontro inspiração para o meu trabalho. Quero garantir que o maior número possível de estudantes pode experimentar uma educação personalizada. É por isso que assumi o papel de líder de uma equipa responsável pela implementação do modelo de tutoria e de coordenadora da educação de tutores na Universidade de Tecnologia de Wrocław. O nosso projeto está descrito no site: https://tutoring.pwr.edu.pl/ O início da pandemia foi um dos períodos mais desafiantes da minha carreira profissional. Apesar do desenvolvimento da tecnologia e da disponibilização de várias soluções sistémicas, vimo-nos numa situação muito difícil. Para nós, professores, educadores, formadores, esta foi uma grande mudança. A mudança que vivemos exigiu grande empenho, flexibilidade e criatividade. Tivemos de preparar novos materiais e de dominar novas plataformas para as aulas online. Tivemos de adaptar o nosso modo de trabalhar, de descobrir novos métodos para envolver os estudantes e de desenvolver novas técnicas para testar o conhecimento adquirido na aula. Acredito que todos estes aspetos influenciaram fortemente o bem-estar geral dos professores universitários. Com o tempo, as mudanças repentinas trouxeram grande fadiga e até frustração. Mostraram o quanto ainda falta fazer na área da educação a distância e na educação em geral.

Em primeiro lugar, tive de me habituar a uma nova forma de ensino. O início foi difícil para todos, tanto para mim quanto para os estudantes. Tive de encontrar maneiras de envolver os estudantes e de interagir com eles. Esta não é uma tarefa fácil quando não conseguimos ver as pessoas com quem estamos a falar. É completamente diferente numa sala de aula. Posso ver quem está interessado, quem está a sonhar acordado ou quando o público está cansado e precisa de uma pausa ou de uma mudança de assunto. Agora confio mais na minha intuição do que nos meus sentidos. Procuro maneiras de chegar ao público e de transmitir o conhecimento de uma forma interessante e valiosa. Acho que apesar da falta de contato cara a cara, é possível. Curiosamente, durante a pandemia, o ecrã que nos separa paradoxalmente dá coragem aos estudantes. Apareceram mais pessoas nas consultas e fizeram mais perguntas durante as aulas.

Por um lado, nos próximos anos, iremos certamente focarmo-nos em duas áreas: melhorar as competências dos professores académicos na disponibilização e avaliação de aulas online e na educação personalizada. Por outro lado, questionar-nos-emos até que ponto o ensino a distância e as ferramentas que introduzimos na nossa prática diária como educadores permanecerão connosco. Contudo, uma coisa é certa, a educação ganhou uma dimensão completamente diferente.


 

Share your Story!

Inspirou-se nesta história? Informe-nos utilizando os comentários abaixo e tenha a oportunidade de ganhar um presente exclusivo da EPALE!

5 utilizadores por mês (de maio a novembro de 2021) de entre os que fizerem comentários numa história da comunidade de 2021 serão escolhidos aleatoriamente e receberão um presente. Os comentários deverão ser relevantes e relacionados com o tópico para serem considerados elegíveis.

Login (2)

Pretende outro idioma?

Este documento também está disponível noutro(s) idioma(s). Selecione um, abaixo.
Switch Language

Want to write a blog post ?

Don't hesitate to do so! Click the link below and start posting a new article!

Discussões mais recentes

Focos temáticos 2021 da EPALE. Vamos começar!

Convidamo-lo(a) a enriquecer o que definimos para que este seja um ano intenso, contando com os seus contributos e experiência! Vamos começar por participar nesta discussão online. A discussão terá lugar a 9 de março de 2021, terça-feira, entre as 10:00 e as 16:00 CET (9:00 / 15:00 Lisboa). A discussão escrita será precedida por uma transmissão ao vivo com uma introdução aos focos temáticos de 2021 e será apresentada por Gina Ebner e Aleksandra Kozyra, da Associação Europeia para a Educação de Adultos (EAEA), em representação do Conselho Editorial da EPALE.

Mais

Debate da EPALE: o futuro da educação de adultos

A 8 de julho de 2020 (quarta-feira), com início às 10 horas e encerramento às 16 horas (CEST), a EPALE irá promover um debate online sobre o futuro da educação de adultos. Vamos discutir sobre o futuro do setor da educação de adultos, os novos desafios e oportunidades. O debate será moderado pela especialista da EPALE Gina Ebner, secretária-geral da EAEA.

 

Mais

Comunidade EPALE: partilhe os seus exemplos de boas práticas e de projetos bem-sucedidos no âmbito da educação para a cidadania

No âmbito do foco temático na Educação para a Cidadania, queremos ouvi-lo(a) a si – membro da comunidade EPALE – sobre exemplos de boas práticas e de projetos bem-sucedidos no âmbito da Educação para a Cidadania para adultos.

Mais