Passar para o conteúdo principal
Blog
Blog

Anastasia Liopetriti: capacitar mulheres com novas competências para a melhoria da sua empregabilidade no setor de turismo

Promoção da igualdade de oportunidades e da inclusão socioprofissional de mulheres pouco qualificadas e desempregadas através do turismo sustentável!

Anastasia Liopetriti: Empowering women with new skills to improve their employability in the tourism sector

Resumo Biográfico

Sou Gestora sénior de Projetos da UE no Centro de Inovação Social - CSI do Chipre. Tenho um BA em Língua e Literatura Inglesa e um MA em Estudos de Género. Sou uma dos Jovens Embaixadoras do Conselho da Juventude do Chipre e atuo nas áreas relacionadas com a juventude, igualdade de género, igualdade LGBTQ+, educação, mudança climática e cultura. Geri diversos projetos financiados pela UE no desempenho das minhas funções no CSI, com foco na educação de adultos.  

A Minha EPALE

A EPALE é um excelente ponto focal para formadores de educação de adultos como eu, para a recolha de informações, para a partilha de boas práticas, para nos mantermos informados e para nos inspirarmos com as ideias de colegas de toda a UE! O procedimento para a disponibilização de conteúdos na plataforma é muito amigável e dá-nos oportunidade de partilharmos as nossas experiências, iniciativas e ideias com pessoas que têm ideias semelhantes e que inspiram para a mudança.

A minha História

No contexto da minha função enquanto gestora sénior de Projetos da UE no CSI do Chipre, tenho a honra de gerir o projeto inovador Pro-Mulheres - Itinerários de Melhoria de Competências para Mulheres enquanto Novos Promotores Culturais para a Valorização do Património Territorial. O projeto Pró-Mulher visa promover a igualdade de oportunidades e a inclusão socioprofissional de mulheres pouco qualificadas e desempregadas, proporcionando instrumentos de intervenção ao nível da formação e da capacitação. As participantes irão realizar um percurso de aprendizagem participativo para o reforço e para a aquisição de novas competências, com o objetivo final de apoiar a sua empregabilidade no setor do Turismo Sustentável. O projeto centra-se na valorização do património cultural e ambiental, nomeadamente legados que incluem a cultura tangível e imaterial, bem como o património natural. Também visa capacitar as comunidades locais.

Pro-Women        

A minha experiência com o Pró-Mulheres centra-se nas Competências para a Vida e para o Trabalho para capacitar os adultos a aprenderem e a participarem. Como parte de um consórcio europeu, cada parceiro do projeto está atualmente a implementar a experiência do projeto com, pelo menos, 15 mulheres com baixas qualificações/desempregadas. No Chipre, atualmente 20 mulheres participam no projeto-piloto que tem tido lugar online, através de uma plataforma Moodle e através de reuniões complementares, via Zoom, comigo, enquanto formadora, e as mulheres participantes. Estas mulheres realizam um curso de aprendizagem composto por 7 módulos, que visa desenvolver as competências necessárias para o acesso ao mercado de trabalho turístico de forma sustentável. Além disso, essas mulheres irão trabalhar juntas no desenvolvimento de 4 roteiros turísticos diferentes no Chipre, envolvendo áreas com potencial para serem desenvolvidas de forma sustentável, capacitando, também, a comunidade local. No final do curso, essas mulheres estarão capacitadas com competências e experiência para se tornarem promotoras culturais da sua cultura e do seu património local, para participarem em atividades comunitárias e para aumentarem as suas competências de empregabilidade no setor de turismo. O projeto-piloto e os itinerários estarão concluídos em junho de 2021.

Pro-Women

O projeto Pró-Mulher é crucial agora, mais do que nunca. Na maioria das regiões do mundo, as mulheres constituem a maior parte da força de trabalho do turismo, e a pandemia afetou sobretudo essas mulheres. O turismo tem um papel central a desempenhar na prossecução dos objetivos no âmbito da Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável, em particular os compromissos com a igualdade de género e a capacitação das mulheres, ao abrigo do Objetivo de Desenvolvimento Sustentável 5. Com a COVID-19 a mudar a rota da Indústria do Turismo, somos chamados a recriar soluções de turismo melhores e mais sustentáveis que irão beneficiar tanto a comunidade local quanto os indivíduos vulneráveis. Vários relatórios mostram que as mulheres estão no centro dessa transição. É, portanto, nosso dever capacitá-las, dotá-las das competências para a vida e para o trabalho, necessárias para se tornarem agentes ativos de mudança e para terem acesso ao mercado de trabalho do Turismo. O Pró-Mulher está registado como uma iniciativa na Plataforma Turismo para os ODS, desenvolvida pela Organização Mundial do Turismo.

 

Talvez o desafio mais importante, que se tornou particularmente visível ao longo da implantação do Pró-Mulher, tenha sido a transição para a formação online, devido às circunstâncias da COVID-19. Embora as formações online sejam eficazes e alcancem excelentes resultados, carecem do elemento de contato pessoal que, de outra forma, teria ocorrido num ambiente físico. As formações presenciais permitem que os alunos se conheçam melhor e, consequentemente, se sintam mais confortáveis no ambiente de formação e também que desenvolvam as suas competências de trabalho em rede. É um desafio que devemos aprender a superar, pelo menos nos próximos meses ou mesmo anos.

 

Se desejar consultar o site do projeto poderá aceder ao seguinte link: www.prowomen-project.eu Também poderá seguir a página do projeto no Facebook: www.facebook.com/prowomeneu

                 


 

Share your Story!

Inspirou-se com esta história? Informe-nos utilizando os comentários abaixo e tenha a oportunidade de ganhar um presente exclusivo da EPALE!

5 utilizadores por mês (de maio a novembro de 2021) de entre os que fizerem comentários numa história da comunidade de 2021 serão escolhidos aleatoriamente e receberão um presente. Os comentários deverão ser relevantes e relacionados com o tópico para serem considerados elegíveis.

Login (9)

Pretende outro idioma?

Este documento também está disponível noutro(s) idioma(s). Selecione um, abaixo.

Want to write a blog post ?

Don't hesitate to do so! Click the link below and start posting a new article!

Discussões mais recentes

Focos temáticos 2021 da EPALE. Vamos começar!

Convidamo-lo(a) a enriquecer o que definimos para que este seja um ano intenso, contando com os seus contributos e experiência! Vamos começar por participar nesta discussão online. A discussão terá lugar a 9 de março de 2021, terça-feira, entre as 10:00 e as 16:00 CET (9:00 / 15:00 Lisboa). A discussão escrita será precedida por uma transmissão ao vivo com uma introdução aos focos temáticos de 2021 e será apresentada por Gina Ebner e Aleksandra Kozyra, da Associação Europeia para a Educação de Adultos (EAEA), em representação do Conselho Editorial da EPALE.

Mais

Debate da EPALE: o futuro da educação de adultos

A 8 de julho de 2020 (quarta-feira), com início às 10 horas e encerramento às 16 horas (CEST), a EPALE irá promover um debate online sobre o futuro da educação de adultos. Vamos discutir sobre o futuro do setor da educação de adultos, os novos desafios e oportunidades. O debate será moderado pela especialista da EPALE Gina Ebner, secretária-geral da EAEA.

 

Mais

Comunidade EPALE: partilhe os seus exemplos de boas práticas e de projetos bem-sucedidos no âmbito da educação para a cidadania

No âmbito do foco temático na Educação para a Cidadania, queremos ouvi-lo(a) a si – membro da comunidade EPALE – sobre exemplos de boas práticas e de projetos bem-sucedidos no âmbito da Educação para a Cidadania para adultos.

Mais