chevron-down chevron-left chevron-right chevron-up home circle comment double-caret-left double-caret-right like like2 twitter epale-arrow-up text-bubble cloud stop caret-down caret-up caret-left caret-right file-text

EPALE

ríomhArdán d’Fhoghlaim Aosach san Eoraip

 
 

Blag

Em foco na EPALE: Dia Internacional dos Migrantes 2016

18/12/2016
ag Carlos CASTANHEIRO
Teanga: PT
Document available also in: EN EL DE SV NL CS FR SL ES PL ET MT IT RO DA HU LT

A 18 de dezembro o mundo celebra o Dia Internacional dos Migrantes. Este dia é uma oportunidade não só para reconhecer os significativos contributos dos migrantes para a economia do país de acolhimentos, mas também para promover o respeito pelos seus direitos humanos.

 

Migrantes e educação de adultos

Em 2015, a taxa participação em aprendizagem ao longo da vida da população migrante com idade compreendida entre os 25 e os 54 anos de idade era, em média, de 12%, mas esta taxa era significativamente mais baixa em vários países, como Chipre (4.0 %), República Checa (3.6 %), Croácia (2.8 %) e Grécia (1.5 %). Igualmente em 2015, quase 1 em cada quatro jovens nascidos for a da UE e com idade entre os 15 e os 29 anos não estava empregado, em educação ou em formação.*

 

 

A EPALE e a educação de migrantes

Em abril de 2016 a EPALE promoveu uma discussão online de 3 dias subordinada à educação dos migrantes. Nela participaram membros da comunidade EPALE de toda a Europa, contribuindo com a sua opinião e relatos de boas práticas. Dê uma vista de olhos aos pontos-chave da discussão (apenas em Inglês).

 

Na EPALE valorizamos a importância da educação de adultos para o desenvolvimento pessoal e profissional dos migrantes, bem como para o seu bem-estar e inclusão sociais. Consulte a nossa página temática dedicada ao tema, onde poderá encontrar blogs, estudos de caso, notícias e recursos sobre o assunto.

 


* Dados retirados do Eurobarómetro.

Share on Facebook Share on Twitter Epale SoundCloud Share on LinkedIn