chevron-down chevron-left chevron-right chevron-up home circle comment double-caret-left double-caret-right like like2 twitter epale-arrow-up text-bubble cloud stop caret-down caret-up caret-left caret-right file-text

EPALE - Plateforme électronique pour l'éducation et la formation des adultes en Europe

Ressources

| 10 Juillet 2015
| par ANQEP EPALE
Nos locais de trabalho os saberes e as aprendizagens associados às práticas desenvolvidas assumem dinamismos próprios. O objectivo deste artigo é dar conta de alguns dos processos associados a esse dinamismo. Tal é feito a partir dos principais resultados de uma investigação sobre técnicos de educação e formação de adultos de uma associação de desenvolvimento local. Na base desse dinamismo estão, neste caso concreto, mecanismos de entreajuda, de reformulação e colectivização da prática. Associados a tais mecanismos estão a experimentação, a reflexão e a negociação que ocorre na prática entre os elementos da equipa técnica. A visibilidade de tais mecanismos e processos foi maior quando os técnicos enfrentaram zonas de incerteza na sua acção. A forma reflexiva de trabalhar, de aprender e de construir saber existente nesta equipa mostra-nos que é possível descobrir e explorar espaços de autonomia nos locais de trabalho e, assim, se actuar de maneira não meramente reprodutora.

Ressources

| 10 Juillet 2015
| par ANQEP EPALE
Neste texto discute-se a questão da dinâmica do saber em contexto de trabalho a partir de uma investigação etnográfica realizada junto de técnicos de educação de adultos de uma associação de desenvolvimento local. Mais concretamente, abordam-se três processos: a construção e a reconstrução do saber; os seus diferentes tipos de transferências; e a sua dimensão temporal. Os resultados mostram que o processo de construção e reconstrução assenta na experimentação, na reflexão e na negociação de sentido realizado pelos membros da equipa técnica. As transferências de saber ocorrem de fora para dentro do local de trabalho e dentro do próprio contexto de actuação. Estas transferências estão, normalmente, ligadas ao fazer e ao momento do fazer. Esta é, sem dúvida, outra das principais características do saber deste contexto. Portanto, o saber está intimamente relacionado com a dimensão temporal do fazer.

Ressources

| 10 Juillet 2015
| par ANQEP EPALE
O objectivo do presente artigo é apresentar os resultados da aplicação de uma intervenção baseada nos princípios do mindfulness, a qual visou promover o bem-estar de idosos institucionalizados. A amostra é constituída por sete idosos residentes na Unidade de Saúde de Coimbra – Fernão Mendes Pinto – com uma média de idades de 75.1 anos, alfabetizados, com ausência de défices sensoriais e de declínio cognitivo. As investigadoras usaram um design pré-experimental e os instrumentos aplicados no pré e pós teste foram o Exame do Estado Mental (MMSE), a Escala de Afectividade Positiva e Negativa (PANAS), a Escala de Satisfação com a Vida (SWLS), a Escala COOP/WONCA Charts, a Escala de Faces para a avaliação da intensidade da dor e a Escala de Depressão Geriátrica (GDS). A nível do pós teste utilizou-se também o Questionário para Idosos Pós-Treino em Mindfulness. A intervenção teve uma duração de 9 semanas, tendo sido realizadas 27 sessões (3 por semana de 50 minutos de duração). Foram usadas técnicas de meditação, de respiração e de movimento mindfulness, no sentido de aumentar o bem-estar e o controlo da dor dos participantes. Os resultados indicaram ganhos significativos nos níveis de depressão, entre o pré e pós teste, bem como mudanças positivas nas dimensões cognitiva, emocional, física e comportamental, avaliadas através do Questionário para Idosos Pós-Treino em Mindfulness. Não se verificaram outras mudanças significativas nos restantes instrumentos referidos.

Ressources

| 10 Juillet 2015
| par ANQEP EPALE
O presente artigo procura dar a conhecer as principais conclusões de um estudo qualitativo sobre a trajectória de vida de seis jovens adultos surdos que frequentaram instituições de Ensino Superior. Através da recolha das suas opiniões e relatos em Língua Gestual Portuguesa, procurou-se, à luz do modelo de transição de Schlossberg, Waters e Goodman (1995), identificar os factores facilitadores, barreiras e dificuldades sentidas pelos alunos surdos no seu processo de transição para o Ensino Superior. Deste modo, pretende-se dar estatuto à Educação, em geral, e à Educação de Adultos, em particular, através de um esforço multi e transdisciplinar que permita a construção de uma imagem que dê sentido e relevância à educação dos alunos surdos, reconhecendo-a na sua importância como um factor de justiça, de coesão social e de desenvolvimento do país. Repensando o futuro da educação e valorizando a especificidade dos seus métodos, formas e práticas esta passará a ser assumidamente um elemento base para uma educação verdadeiramente inclusiva, holística e superior.

Ressources

| 10 Juillet 2015
| par ANQEP EPALE
O texto foi elaborado a partir de um conjunto de informação recolhida em três Centros de Reconhecimento, Validação e Certificação de Competências (CRVCC). O trabalho realizado nos CRVCC consiste na avaliação de competências através da experiência de vida. O processo de reconhecimento, validação e certificação de competências (RVCC) é complexo e difícil tanto para os adultos como para os profissionais envolvidos, o que resulta, essencialmente, da tentativa de formalização e validação de adquiridos experienciais tendo por base referenciais que seguem uma lógica escolar. As questões que orientam a problematização e reflexão ao longo do texto são as seguintes: Que profissões emergem através do trabalho realizado nos CRVCC? A qualidade e equidade do processo dependem muito da orientação e do profissionalismo das equipas que trabalham nos Centros. O trabalho desenvolvido nos CRVCC contribuiu para a emergência de uma nova actividade profissional — o profissional de RVC, e para uma alteração profunda na actividade profissional dos formadores, quer em termos de funções desempenhadas, quer ao nível da atitude.

Ressources

| 9 Juillet 2015
| par ANQEP EPALE
Apresenta-se, neste artigo, uma investigação longitudinal conduzida com adultos que frequentaram um curso EFA – B3. O objectivo principal do estudo consistiu em avaliar as mudanças ocorridas ao longo do curso, ao nível da satisfação com a vida e do bem-estar pessoal. O estudo, embora limitado no número de adultos envolvidos e na sua duração (10 meses), permitiu-nos constatar mudanças, no sentido positivo, em todas as escalas aplicadas, sendo de salientar as mudanças significativas observadas nas escalas de Afectividade Positiva (AP) e de Satisfação com a Vida (SWLS). Estes resultados apontam para a importância que estes cursos poderão ter na vida dos adultos, nomeadamente daqueles com baixos níveis de escolaridade.

Ressources

| 9 Juillet 2015
| par ANQEP EPALE
O Projecto de Educação e Formação de Adultos na Câmara Municipal de Lisboa centra-se no Processo de Reconhecimento, Validação e Certificação de competências, processo em que são valorizadas as competências adquiridas pelos adultos através da sua experiência de vida e de trabalho, permitindo-lhes obter uma certificação equivalente aos diplomas escolares oficiais.

Ressources

| 9 Juillet 2015
| par ANQEP EPALE
Neste artigo problematiza-se e analisa-se um processo de territorialização sócio-educativa em contexto rural. Corresponde a um desafio — assim o entendemos — para que sobre ele reflectíssemos, tendo como eixo estruturante a problemática da exclusão social ou a do desenvolvimento local. Optámos por nos situar neste último campo de análise, por razões tanto de natureza teórica como política que, numa primeira parte do artigo, explicitamos e discutimos. De uma investigação que realizámos, ao longo de vários anos, invocamos contributos que pretendem discutir e elucidar como pode a escola ser uma instância promissora de desenvolvimento local. A sua identificação e reconhecimento como instituição local, quer pelos que trabalham e vivem no seu interior, quer pelos que actuam no contexto envolvente, são passos decisivos para instituir a escola, progressivamente, em parceiro do desenvolvimento. A promoção dos valores locais e das raízes, a reconstrução de identidades sócio-pessoais e locais, a produção de sociabilidades e o equacionamento e solução de problemas comuns, foram vertentes de uma intervenção socioeducativa, assumidamente globalizante. Este quadro, como se argumenta, foi também, intencionalmente, o de transformação e de mudança deliberada da escola e da administração dos territórios educativos.

Ressources

| 9 Juillet 2015
| par ANQEP EPALE
A apologia da aprendizagem ao longo da vida, designadamente ao nível dos discursos políticos da Comissão Europeia, parece traduzir a crença de que se trata de uma nova orientação estratégica que permitirá solucionar muitos dos velhos problemas que se vêm colocando aos sistemas de educação e formação. Neste artigo, pretende-se debater em que medida a aprendizagem ao longo da vida corresponde, de facto, a uma novidade no campo educativo. Para tal consideramos, de modo articulado, três dimensões de análise: discutimos os sentidos e significados que lhe são atribuídos, reflectimos sobre as eventuais alterações que introduz, por um lado, nas orientações estratégicas subjacentes às políticas educativas e, por outro lado, nos processos de educação e formação. Procura-se, também, indagar de que modo a promoção de dinâmicas de aprendizagem ao longo da vida permite atenuar (ou não) as desigualdades que têm marcado o desenvolvimento dos sistemas educativos.

Ressources

| 9 Juillet 2015
| par Jurgita MELAIKIENE

Kaip sudaryti sąlygas, kad asmenys suvoktų kultūrą ir išsilavinimą kaip raktą į sėkmingą kultūrinę integraciją? Kaip priartinti skaitymą ir kultūrinius įpročius prie žemo išsilavinimo ir vargingai gyvenančių žmonių? Kaip sukurti tripusį ryšį tarp mokymosi iš gyvenimo patirties, jos modernizavimo ir refleksijos?

Ressources

| 9 Juillet 2015
| par Jurgita MELAIKIENE

What personal features and abilities can describe the student who is studying in a self-directed learning way? What competences have to be mastered by the student who is learning in a self-directed learning way? Why self-directed learning is so important in the context of lifelong learning? The answers to these and other questions are looking for in this article. The aim of the article is to identify characteristics of the self-directed learning student in the context of lifelong learning according to the performed scientific providences.

Ressources

| 9 Juillet 2015
| par Jurgita MELAIKIENE

Kokios asmenybės savybės ir gebėjimai būdingi savivaldžiai besimokančiajam? Kokias kompetencijas turi turėti savivaldžiai besimokantysis, kad jo mokymasis būtų sėkmingas? Kodėl savivaldumas toks svarbus mokymosi visą gyvenimą kontekste? Atsakymo į šiuos ir kitus klausimus straipsnyje ieškoma, remiantis atliktomis mokslinėmis įžvalgomis.

Ressources

| 9 Juillet 2015
| par Jurgita MELAIKIENE

Straipsnio tikslas – pateikti teorinius ir praktinius apmąstymus apie lietuvio individualybę, taikant literatūros analizės ir interpretacijos metodą.

Straipsnyje analizuojamos žmogaus galimybės suvokti save, savos dvasios polinkius ir troškimus be gimtosios tautos kultūros, ieškoma atsakymų į klausimą, ar pajėgtų lietuvis pažinti save, įsigilinti į savąją, ne tik tautišką, bet ir žmogišką prigimtį, jei staiga būtų prievarta nublokštas į svetimą kraštą? 

Ressources

| 9 Juillet 2015
| par Jurgita MELAIKIENE

Straipsnio objektas – nacionalinis tapatumas ir tarptautinis moterų aktyvumas. Straipsniu siekiama supažindinti su moterų nacionalinio aktyvumo apraiškomis aktyvumu ir tarptautine veikla. Taikant literatūros analizę ir atvejo studiją straipsnyje apibūdinamas moterų aktyvumas istorinėje retrospektyvoje,  pristatomi kultūriniai susitikimai europinėje erdvėje, pateikiama moterų soroptimistinio judėjimo veikla Lietuvoje ir Europoje. 

Ressources

| 8 Juillet 2015
| par Jodie Crossley
This toolkit explores open educational resources (OER) and some aspects of open educational practice. It is designed for those new to teaching and those new to open approaches to resources who may be more generally experienced. It aims to cover some of the current discussions, topics and material of most relevance to those new to OER as well as providing signposts to further guidance and examples of effective practice.

Ressources

| 8 Juillet 2015
| par Anna Pokrzywnicka

This is an independent report prepared by the European Lifelong Guidance Policy Network (ELGPN), a Member State network in receipt of EU financial support under the Lifelong Learning Programme. This Resource Kit is designed to help policy-makers and other stakeholders to review existing lifelong guidance provision within their country or region, and to identify issues requiring attention and gaps that need to be filled, drawing from practices in other European countries.

Ressources

| 8 Juillet 2015
| par Anna Pokrzywnicka

Publikacja zawiera przegląd dobrych praktyk dotyczących rozwijania polityki poradnictwa zawodowego przez całe życie. Skierowana jest do decydentów i osób zainteresowanych funkcjonowaniem systemów poradnictwa przez całe życie (lifelong guidance systems) w wybranych państwach Unii Europejskiej. Publikacja przedstawia działania podejmowane w latach 2011-2012 przez Europejską Sieć Całożyciowego Poradnictwa Zawodowego (European Lifelong Guidance Policy Network – ELGPN).

Ressources

| 8 Juillet 2015
| par Marieke HANEKAMP

Stichting Lezen en Schrijven heeft een factsheet ontwikkeld met daarin allerlei feiten over Taal en Gezondheid. Wat is de relatie tussen opleiding en gezondheid, de relatie tussen geletterdheid en gezondheid en wat zijn de winsten van investeren in taalscholing? Het blijkt dat veel zorgverleners in de eerstelijn het onderwerp laaggeletterdheid laag op de agenda hebben staan, maar dat men positief staat tegen (de winst van) de aanpak van laaggeletterdheid.

 

Ressources

| 8 Juillet 2015
| par Marieke HANEKAMP

Evaluatie 'Actieplan Laaggeletterdheid 2012-2015'

 

Middels deze evaluatie van het 'Actieplan Laaggeletterdheid 2012-2015' wordt inzicht verkregen op de voortgang en de effecten van het Actieplan Laaggeletterdheid. Er wordt antwoord gegeven op de volgende vier hoofdvragen:

Ressources

| 8 Juillet 2015
| par ANQEP EPALE
Este artigo pretende contribuir para a análise da emergência das Universidades da Terceira Idade em Portugal. A autora abordará, em primeiro lugar, a forma como os mais velhos têm sido tratados pelas políticas públicas e quais as representações sociais sobre os idosos que estão subentendidas nessas diferentes políticas. Este enquadramento histórico sobre as formas de tratar e perspectivar os mais velhos permitirá compreender sociologicamente algumas das condições para a emergência das Universidades da Terceira Idade em Portugal. Assim, duma forma breve, analisar-se-á o surgimento de uma política para a Terceira Idade em Portugal, focando a passagem de um período em que a velhice era uma velhice invisível para um período em que a velhice passa a ser uma velhice identificada e salientando os princípios norteadores dessa nova política que foi importada. Neste enquadramento, será estudada a emergência da primeira Universidade da Terceira Idade em Portugal, articulando com essa nova política da Terceira Idade.

Ressources

| 8 Juillet 2015
| par Marieke HANEKAMP

Het nieuwe Nederlandse actieprogramma 'Tel mee met Taal' is het antwoord waarmee de ministeries van OCW, VWS en SZW gezamenlijk tegengaan dat mensen met een beperkte taalvaardigheid aan de kant komen te staan. De aanpak van laaggeletterdheid bij volwassenen wordt verbonden met het voorkomen van taalachterstanden en het bevorderen van leesplezier bij kinderen. Het actieprogramma is het vervolg op succesvol gebleken programma’s zoals het 'Actieplan Laaggeletterdheid', het pilotprogramma 'Taal voor het Leven' en het 'Actieplan Kunst van Lezen'.

Ressources

| 8 Juillet 2015
| par Neja Colja

Skrito znanje je zaklad! Tega se zavedamo tudi Slovenci, kjer dobiva vrednotenje znanja, spretnosti in kompetenc odraslih pridobljenih z neformalnim izobraževanjem ter s priložnostim učenjem, vse večji pomen za posameznika in družbo.

Pages

S'abonner à EPALE RSS