Aller au contenu principal
News
Actualités

Encontro Educação de Adultos Prá Vida: "uma jornada inesquecível"

Música, poesia e muita animação foram apenas alguns dos elementos que marcaram o 2.º Encontro Educação de Adultos Prá Vida, que decorreu no dia 7 de dezembro, no Museu Portugal Romano em Sicó (Condeixa-a-Nova).Sob o mote "Pessoas, identidades, territórios e dinâmicas locais", esta iniciativa decorreu pela primeira vez em 2017, tendo por base o projeto "Letras Prá Vida", uma ação de alfabetização de adultos dinamizada pela Escola Superior de Educação de Coimbra (ESEC) que visa promover a alfabetização, a literacia digital, a capacitação e a inclusão social."Este é um exemplo de uma prática, orientada por valores humanistas, pensada para a vida". Foi desta forma que Sofia Silva, Vice-Presidente da ESEC, classificou o trabalho efetuado pelo "Letras Prá Vida". Na mesma linha de pensamento, Nuno Moita, Presidente da Câmara Municipal de Condeixa-a-Nova, afirmou que este projeto, além de ensinamentos, associa também a parte humana, com a transmissão de "carinho e de companhia".Além destes testemunhos, a sessão de abertura contou ainda com a participação de Dina Soeiro e de Sílvia Parreiral, coordenadoras do "Letras Prá Vida", de Jorge Conde, Presidente do Instituto Politécnico de Coimbra, e de Manuel Estevão, Presidente da Comissão Diretiva da Associação Portuguesa para a Cultura e Educação Permanente (APCEP).Seguiram-se dois momentos particularmente simbólicos para o projeto e para a ESEC. Em primeiro lugar foram formalizados os acordos com novos parceiros do "Letras Prá Vida", entre os quais se destacam associações e autarquias. Posteriormente, decorreu a entrega do certificado à ESEC como membro associado da European Association for the Education of Adults (EAEA), pelas mãos de Susana Oliveira, Vice-Presidente deste organismo europeu.

A educação de adultos no coração de PortugalOs trabalhos prosseguiram com a realização de um painel de debate, subordinado ao tema "A educação de adultos no coração de Portugal". Sob moderação de Manuel Estevão, o painel contou com a participação de Maria Fernanda Rollo, da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa, e de Luís Rothes, da Escola Superior de Educação - Instituto Politécnico do Porto.Na sua intervenção, Maria Fernanda Rollo apresentou o projeto "Memória para todos", um programa de investigação colaborativo que "cruza gerações", onde os cidadãos são convidados a partilhar as suas memórias pessoais e familiares relativas a determinados momentos e processos históricos.Por seu turno, Luís Rothes focou o discurso na desconstrução do conceito de literacia. Por isso mesmo, destacou a "literacia para o trabalho", justificando este termo com a importância da vida profissional nos adultos.

Pessoas, territórios, identidades e dinâmicas locaisA parte da parte, conduzida por Lucília Salgado, da APCEP, foi dedicada à apresentação de projetos de intervenção na área da educação e formação de adultos.A Suão - Associação de Desenvolvimento Comunitário, um "projeto de educação não-formal que coloca a tónica na intergeracionalidade" foi dada a conhecer por Lurdes Pratas Nico. Seguiu-se a apresentação de Rosário Grilo e de Fátima Bandeira, da Associação Sempre a Aprender, uma entidade que promove a educação de adultos em Condeixa.Numa das intervenções mais animadas do dia, Bruno Soares e Joana Pontes deram a conhecer o "Pelouro da Maior Idade", da Câmara Municipal de Ílhavo, uma iniciativa que aposta "na proximidade e na criatividade". Com este projeto "revolucionámos a maioridade", remataram os técnicos.Competiu a Inês Rodrigues a apresentação do "Lérias, Letras & Companhia", "um espaço de encontro não-formal, aberto a toda a comunidade", que tem como sede a Biblioteca Municipal Eng. Jorge Bento (Condeixa-a-Nova).Os trabalhos culminaram com as intervenções de Liliana Pimental, Vice-Presidente da Câmara Municipal de Condeixa, e de Alberto Melo, da APCEP. A autarca salientou a "grande tradição existente no concelho na alfabetização de adultos", destacando ainda a importância das parcerias para que possam surguir iniciativas como o "Letras Prá Vida". Já Alberto Melo descreveu este encontro como "uma jornada inspiradora, uma jornada inesquecível", referindo-se não só ao projeto "Letras Prá Vida", mas também a todo o ambiente que rodeou o encontro.O dia terminou com uma festa convívio e animação musical. 

Login (0)

Vous souhaitez écrire un article?

N'hésitez pas à le faire!

Cliquez sur le lien ci-dessous et publiez un nouvel article!

Dernières discussions

Discussion EPALE : les compétences numériques comme moyen d'accéder aux opportunités de formation tout au long de la vie

Dans le cadre de notre focus sur les compétences numériques comme moyen d'accéder aux opportunités de formation, EPALE organise une discussion en ligne le 27 mai 2020.

Plus